Saúde - Introdução

Questão 1.

O direito à saúde pública está previsto na Constituição Federal e sse mostra como um dos pilares da Seguridade Social. Diante disso, assinale a alternativa correta:

Você marcou a alternativa Correta!

Antigamente, era comum conceituar a saúde como ausência de doenças, ou seja, uma pessoa considerada saudável era aquela que não apresentava-se doente sob a perspectiva técnica. Todavia, no Brasil, atualmente, utiliza-se como referência as normativas internacionais que conceituam a saúde de forma mais abrangente e acolhedor: saúde é qualidade de vida.

Você marcou a alternativa Errada. A correta é a alternativa 3.

Antigamente, era comum conceituar a saúde como ausência de doenças, ou seja, uma pessoa considerada saudável era aquela que não apresentava-se doente sob a perspectiva técnica. Todavia, no Brasil, atualmente, utiliza-se como referência as normativas internacionais que conceituam a saúde de forma mais abrangente e acolhedor: saúde é qualidade de vida.

Questão 2.

Técnico de Enfermagem - Prova X - Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (FUNCAB) - 2010

Na Constituição Federal, promulgada em 1988, há um capítulo que define a Seguridade Social como abrangendo as áreas de Saúde, Previdência Social e Assistência Social. Nesse capítulo, a saúde é definida como:

Você marcou a alternativa Correta!

É o entendimento que se tem ao fazer a leitura do artigo 196 da Constituição Federal. Vejamos:

Art. 196 - A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.

Você marcou a alternativa Errada. A correta é a alternativa 3.

É o entendimento que se tem ao fazer a leitura do artigo 196 da Constituição Federal. Vejamos:

Art. 196 - A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.